Porque XP?

No painel Agilidade no dia a dia, disponível na InfoQ BR, um dos participantes brinca:

Não entendo porque programadores sugerem XP para seus chefes. A vida deles fica mais difícil.

Foi apenas uma provocação mas é realmente surpreendente que os próprios programadores, que ficarão mais expostos com a quebra dos silos, reuniões diárias e feedback constante, em geral são os mais motivados para a adoção de um método com o XP.

Mas a resposta é simples: profissionalismo, craftsmanship, diversão, propósito no trabalho, melhoria contínua e segurança no produto do seu trabalho (TDD); tudo isso contribui para o sucesso de XP com os (bons) programadores.

Eu lembro de quando, no início da carreira, passei por uma implantação de MPS BR, do nível mais básico. Cheguei a perguntar para o colega responsável pela implantação do processo “Onde isso vai afetar o código?”. Estávamos passando do Caos para o Monumental, e não era difícil ver o quão chato e engessado iria ser trabalhar daquele jeito. E não parece resolver os problemas que eu, mero programador, enfrentava no dia-a-dia. Quando descobri sobre XP, vi que era exatamente o que eu esperava. E veio a luz!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s