RUP é iterativo

No slide 11 da palestra “Implantando Scrum, experiência de um Agile Coach” de Rodrigo Yoshima no Maré de Agilidade, há algo muito interessante sobre a adoção de metodologias no Brasil.

RUP

O uso de RUP no mercado brasileiro se fortaleceu em 1999. RUP tem a ver com

  • Foco no Usuário, Iteratividade e Arquitetura

mas o mercado brasileiro entendeu que era sobre

  • Documentos, Burocracia, Controle

XP

XP, que começou no Brasil em 2001, é sobre

  • Coragem, Boa Engenharia e TDD

mas o mercado brasileiro entendeu que era sobre

  • Anarquia, falta de templates do RUP e algo que não funciona

Scrum

O uso de Scrum no Brasil se alastrou em 2003. O foco principal do Scrum é

  • ROI, Auto-Organização e Transparência

mas o mercado brasileiro entendeu que era sobre.

  • Iteratividade(!), modinha Ágil e certificação

É interessante notar que só com o Scrum que o mercado brasileiro conseguiu entender as vantagens de um processo iterativo incremental para se desenvolver software.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s